Cores da Alegria

Esse samba eu fiz a partir de uma discussão com um evangélico, que insistia em argumentar que a homossexualidade representava um risco de extinção à humanidade. Escrevi a letra e sentei com o amigo Pavel para musicá-la. O resultado é esse aí:

 

Cores da Alegria

 

Deixa ele com ele

E ela com ela casar

Meu paraíso será a terra

Assim que a guerra acabar

 

Quem não tem raiz profunda

No vento se apavora

Para a vida faz pergunta

E quer responder lá fora

Por isso é que eu agora

Pergunto a ti irmão:

Na festa do paraíso

Quem é gay não entra não?

 

 

O samba é celebração

Veja as cores da alegria

Aqui a única extinção

É a da homofobia

E com essa melodia

Eu afirmo a ti rapaz

Viado é gente boa

E não louva satanás!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: